TOXICIDADE DAS TINTAS

 

tinta-acrilicaA toxicidade das tintas é sempre esquecida pelos incautos cheios de criatividade. Em geral tem-se como tóxica a tinta a óleo e como inócuas as tintas acrílicas, guache e aquarelas. A tinta acrílica não é inofensiva como se pensa e nem a tinta a óleo é a vilã do pedaço.

Há dois componentes básicos nas tintas: o pigmento e o aglutinante.

Muito1191443659222_bigphoto_0s pigmentos são tóxicos ou irritantes para pele e mucosas. São mais ou menos refinados e mais ou menos puros, de acordo com o tipo e qualidade da tinta. Como exemplo de pigmentos tóxicos podemos citar os que são a base de chumbo, cobalto, cádmio, cromo, entre outros. Apenas o uso do chumbo em tintas, no Brasil, é regulado por lei – 11.762, que limita sua concentração a 0,06%:

Art. 2o É proibida a fabricação, comercialização, distribuição e importação dos produtos referidos no art. 1o desta Lei com concentração igual ou superior a 0,06% (seis centésimos por cento) de chumbo, em peso, expresso como chumbo metálico, determinado em base seca ou conteúdo total não volátil.

iron_oxide_pigments

Os componentes tóxicos das tintas só provocarão doenças se forem inalados, ingeridos ou absorvidos pela pele e mucosas. Os artistas costumavam preparar suas próprias tintas e, para isso, manipulavam o pó que acabavam por inalar. O uso de tintas já prontas elimina o problema da inalação do pó, mas se sujar as mãos com as tintas, mesmo com as aquarelas, você corre o risco de absorver um pouco do pigmento e/ou aglutinante. Os danos à saúde, entretanto, só ocorrerão se o uso descuidado for por longo tempo (meses ou anos) ou se a quantidade absorvida for muito grande.

pinceis-2O aglutinante é outro problema. O óleo de linhaça usado atualmente nas tintas a óleo não é tóxico, pois o seu processamento elimina os componentes nocivos. Antigamente os artistas usavam o óleo cru, extraído a frio, por isso era tóxico. Entretanto, há um péssimo hábito de se usar solventes inorgânicos para limpeza de pincéis e das mãos. Tais solventes são altamente voláteis e tóxicos. Mas o que a maioria não sabe é que são absolutamente dispensáveis. Basta que se mantenha os pincéis mergulhados em óleo de linhaça enquanto se trabalha. Para limpá-los, é só mergulhá-los em óleo de linhaça, retirar o excesso com um trapo e lavá-los com água e sabão. De quebra você consegue conservar mais tempo o seu pincel, pois o solvente resseca os pelos e os torna quebradiços. O óleo, ao contrário, os mantém macios. O único inconveniente é o preço maior do óleo de linhaça, mas como “sua saúde não tem preço”, isso é insignificante.

A tintagato-final-pastel acrílica, tida como inofensiva, na verdade, é bastante tóxica. Seu aglutinante é um polímero sintético altamente volátil, o que faz com a tinta seque rapidamente. Nesse processo, tais polímeros são inalados, portanto, ao usá-la, mantenha o ambiente bastante ventilado. Nunca use essa tinta em ambientes fechados.

barras_pastel-3As tintas deveriam trazer em seu rótulo o grau de sua toxicidade, mas não há uma regulamentação nesse sentido, no Brasil. Sempre procure tais informações e, se não as encontrar, mude de marca. A falta de conhecimento sobre a toxicidade das tintas representa um sério risco para a saúde, pois as pessoas se tornam descuidadas e deixam até crianças usarem o produto. Nem mesmo as tintas escolares possuem sua composição ou toxicidade claramente estampada nos rótulos das tintas brasileiras. Ainda temos o problema do descarte das tintas que estragaram ou se tornaram inservíveis e dos solventes inorgânicos usados. Não devem ser descartados nem na rede de esgotos e nem no lixo, mas, novamente, no Brasil não há alternativas razoáveis.

guacheRecomendações:

Sempre trabalhe com tintas em ambientes ventilados; evite sujar as mãos e, caso isso ocorra, lave-as bem com água e sabão; caso tenha que manusear pincéis sujos para lavá-los, use luvas; se for usar solventes, evite os compostos derivados de petróleo; procure saber sobre os componentes das tintas que usa no site dos fabricantes; para as crianças, prefira lápis de cor ou giz de cera se tiver dúvidas quanto à qualidade da tinta.

Anúncios

Sobre iriamstar

Sou ilustradora médica há mais de 30 anos. Formada em medicina com residência em cirurgia geral. Também formada em Artes Plásticas, além da pós-graduação em administração pública. Amo tudo que faço.
Esse post foi publicado em Ilustração Médica. Bookmark o link permanente.

4 respostas para TOXICIDADE DAS TINTAS

  1. Chahira disse:

    Olá, você teria alguma informação sobre as tintas sublimáticas, será que são tóxicas por se tornarem gás no processo de impressão?

    Curtir

    • iriamstar disse:

      Olá Chahira.
      Essa é uma boa pergunta, pois as tintas sublimáticas são relativamente novas no mercado e foram desenvolvidas paralelamente à evolução dos equipamentos de impressão informatizados.
      Como toda tinta, elas são formadas por uma substância que lhes dão corpo, o veículo, e as que lhe dão cor, os pigmentos ou corantes, e ainda substâncias adicionais que lhes conferem características particulares.
      O veículo das tintas sublimáticas são resinas acrílicas, os corantes e pigmentos são os mesmos utilizados para outras tintas e entre os componentes adicionais temos os fenóis, que são substâncias voláteis e também tóxicas.
      Veja que algumas marcas, mais baratas, especialmente as importadas da China, além dos fenóis, elas usam metais pesados e outras substâncias altamente tóxicas na fabricação das tintas.
      Prefira marcas que se preocupam com o meio ambiente e usam água, no lugar de fenóis, não usam metais pesados ou outros aditivos restritos.
      Mesmo essas tintas são tóxicas, por conta da resina. Assim, valem as mesmas recomendações do meu artigo:
      Usar luvas, óculos e roupas de proteção para manusear a tinta. O ambiente deve ser bastante ventilado.
      Deve ter cuidado também com o descarte das embalagens. Elas não devem ir para o lixo comum, pois contaminam o solo e lençol freático.
      Espero ter ajudado.
      Abraços.

      Curtir

  2. Silvia Monteiro disse:

    Que tipo de tinta posso utilizar com crianças que vão pintar a rua em frente de casa?

    Curtir

    • iriamstar disse:

      Silvia,
      A rua já é um lugar bem ventilado, o que é um problema a menos.
      Imagino que a área a ser pintada é grande, portanto, servem as tintas à base de látex ou mesmo as acrílicas.
      É quase impossível que as crianças não se sujem de tinta, logo, tenha o cuidado de que elas estejam usando uma roupa velha, pois certamente ficarão arruinadas.
      Outro cuidado é lavar bem as mãos com água e sabão após o trabalho concluído. Se for possível faça-as usar luvas, mas não se preocupe se isso não for viável. Um contato eventual com tintas não vai intoxicá-las.
      O maior problema está relacionado a artistas e outros profissionais que trabalham diariamente com tintas, sem a proteção adequada e num ambiente pouco ventilado.
      Então, leve a criançada para a rua e deixe-as se divertirem.
      Abraços.

      Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s